Notícia

37º Enafit - Planejamento financeiro, semeando o presente, colhendo o futuro

Clique na imagem para ver todas as fotos

Por Solange Nunes

Edição: Nilza Murari 

Saber lidar com finanças é um aprendizado diário. Um desafio que vale a pena ser conquistado, segundo a Auditora-Fiscal do Trabalho Natália Sant’anna, planejadora financeira pessoal, que tratou do tema “Semeando o presente, colhendo o futuro: o planejamento financeiro como estratégia para construção de uma vida equilibrada e sustentável”. A palestra integrou a programação técnica do 37º Encontro Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho nesta quinta-feira, 21 de novembro, no Centro de Eventos José Carlos Silva – Hotel Del Mar, em Aracaju (SE). A exposição foi mediada por Glauber Santana. 

De acordo com Natália Sant’anna, a educação financeira é um compromisso importante na vida de todos. “Os Auditores-Fiscais do Trabalho, como outros servidores públicos, precisam mudar a perspectiva deles em relação à vida financeira”. 

Para suprir este cenário, Natália Sant’anna organizou a palestra com o objetivo de trazer um novo olhar para a vida financeira, cujo intuito é alcançar a todos que estejam interessados em ouvir. “Não só os Auditores-Fiscais do Trabalho ativos pensando em aposentadoria, mas também os aposentados, porque as mudanças atuais atingem a todos”.      

Destacou que os servidores públicos costumam associar a estabilidade no trabalho com a segurança financeira. “Nós não nos planejamos a longo prazo, não pensamos nos gastos do dia a dia porque temos a certeza de um salário garantido”. 

Avalia que a conjuntura atual, com as mudanças na legislação trabalhista e previdenciária, obriga principalmente os servidores públicos, a repensar a visão de segurança. Além disso, explicou “que a realidade é que há perdas salariais ao longo do tempo, também há colegas Auditores-Fiscais do Trabalho que se mostram frustrados com a vida financeira por causa da falta de planejamento”. 

A ideia da palestra que discorreu sobre decisões emocionais e racionais, prioridades, planejamento das finanças para a futuro, visou contribuir para uma reflexão e direcionamento para soluções financeiras. “É importante pensar no assunto. As decisões financeiras refletem nas nossas vidas e precisamos tomar decisões conscientes sobre este tema”, finalizou Natália Sant’anna.