Notícia

36º Enafit – Sinait e DS-MT lançam oficialmente a 1ª Corrida Nacional contra a Escravidão

Clique na imagem para ver todas as fotos

Corrida e caminhada serão no dia 20 de novembro, dentro da programação do Encontro. Aberto ao público, evento tem o objetivo de ampliar visibilidade ao trabalho de combate à escravidão contemporânea

Por Nilza Murari

O Sinait e a Delegacia Sindical do Mato Grosso lançaram oficialmente a 1ª Corrida Nacional contra a Escravidão no dia 14 de setembro, na sede da Superintendência Regional do Trabalho em Mato Grosso – SRT/MT, em Cuiabá. A solenidade foi prestigiada por Auditores-Fiscais do Trabalho do Estado e por diretores do Sindicato que integram a Comissão Organizadora.

A 1ª Corrida contra a Escravidão é uma iniciativa do Sinait, organizada pela FG Assessoria Esportiva, sob a responsabilidade de Veridiana Ferraz Soares. A primeira edição ocorrerá no dia 20 de novembro, dentro da programação do 36º Encontro Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho – Enafit. A data é feriado municipal em Cuiabá, em razão do Dia da Consciência Negra.

Veridiana Ferraz comenta que ficou bastante impactada ao conhecer o trabalho dos Auditores-Fiscais do Trabalho e isso foi levado em consideração na hora de formatar o evento. “Assim como eu não conhecia isso, muitas outras pessoas não conhecem e pretendemos dar visibilidade ao problema”, resume.

As corridas de 5 km e 10 km ocorrerão nas imediações do Parque Mãe Bonifácia, personagem ligada à luta dos negros contra a escravidão no Mato Grosso. A caminhada de 2,5 Km será realizada inteiramente dentro da área do parque, que é um dos maiores e mais frequentados da cidade.

A SRT/MT foi representada por Eduardo de Souza Maria, chefe do Setor de Fiscalização. Afirmou, em nome do superintendente Amarildo Borges, que a corrida tem o apoio do órgão. Destacou a forma inovadora que o Sinait encontrou para tratar o tema do combate ao trabalho escravo. Garantiu que a participação da sociedade e dos Auditores-Fiscais será incentivada.

Valdiney de Arruda, delegado sindical do Sinait no MT, considera importantíssima a participação e envolvimento dos Auditores-Fiscais matogrossenses. Há vários que já são atletas e participam de eventos semelhantes. Vários já se inscreveram. No lançamento ele anunciou que parte da renda da corrida será revertida para o Projeto Ação Integrada – PAI, que coordena iniciativas de qualificação de trabalhadores egressos do trabalho escravo. Cerca de 20 trabalhadores que foram resgatados por equipes de fiscalização vão participar da 1ª Corrida contra a Escravidão.

Para Rosa Jorge, vice-presidente do Sinait, a corrida é uma homenagem aos Auditores-Fiscais do Trabalho do Mato Grosso. O Estado é um dos que concentra alta ocorrência de trabalho escravo. “Não é possível admitir trabalho escravo nos dias de hoje. Ainda assim, existem tentativas de fragilizar o combate e extinguir o Ministério do Trabalho, para minar a fiscalização. É um retrocesso social”, denunciou.

O Sinait espera, segundo Rosa Jorge, reunir uma multidão e fazer da 1ª Corrida contra a Escravidão um dia de protesto e indignação. “A erradicação do trabalho escravo tem que ser uma causa da sociedade. Do Mato Grosso para o Brasil, unidos pela causa do combate ao trabalho escravo”.

A vice-presidente do Sinait também convidou os Auditores-Fiscais do Trabalho lotados no Mato Grosso para que participem do Encontro. “O Enafit é realizado há 36 anos, sem patrocínio, com nossos recursos, para discutir nossos problemas e encontrar soluções. Muitas vezes até substituímos a administração. Nossa carreira mudou muito e não tenho dúvidas de que muito disso se deve aos Encontros Nacionais, um porto seguro para a luta. É importante política e tecnicamente”, enfatizou.

Programação técnica

A Comissão Organizadora do 36º Enafit se reuniu em Cuiabá nos dias 13 e 14 de setembro. A quinta-feira foi dedicada à discussão da programação técnica do Encontro, que vai mesclar painéis de discussão técnica, cursos para Auditores-Fiscais do Trabalho e para o público externo, uma conferência do professor e historiador Leandro Karnal, além de exposição fotográfica e apresentações culturais, sempre ligadas ao tema “trabalho”. Veja aqui a programação técnica, ainda sujeita a alterações.

O tema geral do Encontro é “Auditor-Fiscal do Trabalho – Autoridade Trabalhista a Serviço da Sociedade”. Esse será o fio condutor de todo o evento, que trará debates sobre um ano de reforma trabalhista, eSocial, segurança e saúde no trabalho, trabalho infantil e aprendizagem, entre outros assuntos. O cuidado é para que as abordagens tragam novas perspectivas e espelhem a realidade da categoria no quotidiano da fiscalização.

Haverá dois cursos para Auditores-Fiscais do Trabalho e um curso para o público externo, além da franquia à participação de até 200 pessoas na programação da tarde do dia 19. No âmbito interno o Sinait e a DS/MT proporcionarão aos enafitianos uma oficina de Media Training, que é uma preparação para atender à imprensa e ter mais segurança ao conceder entrevistas para quaisquer veículos. Também será ministrado um curso sobre o eSocial, sistema que está em implantação em parceria com diversos órgãos e com o qual todos os Auditores-Fiscais terão que lidar em seu dia a dia, de diversas formas.

Ao público externo será oferecido um curso sobre negociação coletiva nestes tempos de reforma trabalhista. Outra forma de participação do público é a 1ª Corrida contra a Escravidão, que tem mil vagas. Os primeiros 200 inscritos que manifestarem o interesse em assistir à conferência de Leandro Karnal e ao Painel Mãe Bonifácia terão sua entrada franqueada. O Painel Mãe Bonifácia tratará de temas como a Chacina de Unaí e o Projeto Ação Integrada – PAI, além de uma exposição de fotografias do Auditor-Fiscal do Trabalho Sérgio Carvalho sobre trabalho escravo e trabalho infantil. “É uma forma de interação com a sociedade, de mostrar nosso trabalho, de mostrar a realidade com a qual temos que lidar e tentar transformar. Não podemos perder essa oportunidade de dizer a cidadãos comuns qual é o nosso trabalho, o nosso compromisso e missão”, diz Carlos Silva, presidente do Sinait.

Inscrições e isenção da taxa da corrida

As inscrições para participar do 36º Enafit são feitas exclusivamente pela internet, no hot site do evento – www.enafit.com.br. Siga a instruções, faça o pagamento e receba a confirmação por e-mail.

Para garantir a isenção da taxa de inscrição na 1ª Corrida Nacional contra a Escravidão é necessário se inscrever no 36º Encontro até o dia 15 de outubro. Após se inscrever, o enafitiano deverá enviar uma mensagem manifestando o interesse em participar da corrida. Envie a mensagem para [email protected], informando os dados abaixo e aguarde contato do Sinait:

Nome Completo

Data de nascimento

CPF

Celular

e-mail

Tamanho de camiseta (unissex)

Categoria – 5 km ou 10 km de corrida ou 2,5 km de caminhada